04/06/2018

Encontro Interprovincial das Irmãs Jovens até 15 anos de Vocação

 

“Eu vos peço: não deixeis inacabada essa obra que fizeram vossas mãos! ” (Sl 138,8)

 

Nos dias 31 de maio a 02 de junho de 2018, aconteceu na Província de Curitiba o IV Encontro das Irmãs Jovens até 15 anos de vocação, das Províncias do Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte, contando com a presença de trinta e cinco Irmãs Jovens, juntamente com a Irmã responsável de cada uma das três Províncias. O encontro teve seu início com a solenidade litúrgica de Corpus Christi, recordando, igualmente, a festa da Visitação de Nossa Senhora, ocasião em que a Companhia comemora a missão das Visitadoras Provinciais.

 

A dinâmica do encontro foi conduzida de maneira simples e com olhar voltado ao nosso modo de vida de Filhas da Caridade. Fomos desafiadas a olhar a nossa caminhada vocacional e a deixar-se moldar como barro nas mãos do Divno Oleiro, e confirmar que somos vasos diferentes, mas que se completam, nas diferentes missões, comunidades e nas realidades em que vivemos.

 

Nestes dias, nos foi oportunizado conhecer a realidade da Província de Curitiba, apresentada pela Visitadora Irmã Leonides e seu Conselho Provincial, com suas conquistas, desafios e esperanças. Pela referência às Constituições recordamos o início de nossa caminhada na Companhia, nossos compromissos e alegrias de ser doadas a Deus, de viver em comunidade e de servir os pobres. 

 

Num diálogo aberto e com troca de experiências, refletimos sobre "Os Jovens, a Fé e o Discernimento Vocacional", tema do próximo Sínodo dos Bispos, a partir das provocações que se apresentam em nossos dias, com convite a compreender as juventudes e o nosso ser como Igreja e Companhia junto a elas.

 

Com Santa Luísa, retomamos o Testamento Espiritual percorrendo os ensinamentos e provocações que ela nos faz em nossa vida de Filhas da Caridade, na vida espiritual, na vida fraterna e no serviço dos pobres, no aprofundamento de suas cartas e escritos.

 

Por tudo rendemos graças a Deus: por estarmos juntas, pelas oportunidades de formação e pela graça de fazermos parte desta pequena Companhia. Com Mére Suzanne Guillemin, podemos confirmar que “o primeiro reflexo do amor é tender a semelhança daquele que se ama".

 

Ir. Andreia Bottin, FC

Província de Curitiba

Galeria